Moradores pedem retorno de linhas em Jacarepaguá

Inspirados pela pressão dos moradores de Laranjeiras, Tijuca e Lagoa, que conseguiram fazer com que a prefeitura revertesse a mudança de algumas linhas (veja o post sobre esse assunto), moradores de Jacarepaguá entrarão em contato com a Prefeitura para reverter o encurtamento de linhas modificadas em virtude do BRT Transcarioca, algumas delas, só recentemente alteradas, que, mesmo com o BRT operando há 1 ano com lotação, acabaram sendo encurtadas.

Durante uma semana, foi divulgada a Enquete sobre quais linhas deveriam retornar ao itinerário original e agora, apresento o resultado da pesquisa.

graficolinhastranscariocaA linha com mais votos é o 958 que, apesar de ter como pontos finais duas localizações que possuem estações de BRT, possuía um caminho totalmente diferente do Transcarioca, além de atender bairros que não tem estações de BRT: a Freguesia e o Pechincha. Além disso, a estação do Fundão fica distante do local de saída da linha, na Reitoria, o lado diametralmente oposto ao da localização do BRT. Como a linha era operada apenas uma vez ao dia, não teria um grande impacto no trânsito nem no operacional da empresa responsável. A linha fazia o trajeto Fundão x Cidade de Deus passando pela Freguesia, Pechincha, Tanque, Praça Seca e Taquara e poderia deixar de passar na Praça Seca e Taquara, onde o BRT ainda tem chances de ser mais vantajoso, em tempo, que a Linha Amarela. Já para a Freguesia e o Pechincha, o BRT, do Fundão até esses bairros, a Linha Amarela é sempre vantajosa, mesmo em dias de trânsito pesado, já que o BRT faz um trajeto longo, com muitas paradas e semáforos e deixando somente no Tanque, a partir de onde a viagem fica sujeita, novamente, ao trânsito. Dentro de Jacarepaguá, a linha fazia um trajeto único, passando pela Estrada do Capenha, entre outras ligações só feitas por ela. Sendo operada durante todo o dia, poderia ganhar a confiança da população para realizar ligações internas.

O segundo e terceiro lugares foram duas das últimas linhas encurtadas (que, incluindo o nono lugar, do 636, engloba todas as três mais recentemente encurtadas). Nos seus últimos dias, as linhas estavam com uma frota grande e sempre com grande número de passageiros e, mesmo assim, foram encurtadas, deixando os passageiros da linha no BRT que já estava com demanda acima do planejado. As linhas eram a alternativa para ir com um pouco mais de dignidade, mesmo perdendo um pouco de tempo em possíveis engarrafamentos mas, que segundo os próprios moradores, era compensado pela frequência mais rápida das linhas e por não perder tempo na baldeação, além do próprio fato das filas e frequência do BRT (principalmente no uso do Parador) ser um fator a mais para reduzir a vantagem no tempo, na prática. Além disso, novamente, atendiam trechos específicos que o BRT não atendem, entre o Tanque e a Praça Seca, onde existem pontos de ônibus que não são atendidos por nenhuma estação de BRT próxima. Por fim, integrações tarifárias internas a Jacarepaguá foram perdidas pelo fato estranho de duas linhas alimentadoras não serem atendidas pelo Bilhete Único, ou seja, uma viagem da Gardênia até o Cardoso Fontes fazendo a integração 939A+966A vai custar duas passagens, a menos que a pessoa vá até a estação de BRT, no Tanque, passar o cartão na estação, e aí sim, obter 0,00 na outra linha alimentadora.

O quarto e quinto lugares são as linhas que saíam de Cascadura, que deixaram muitos passageiros na mão, por precisar de três ônibus. As linhas 700 e 721, muito citadas, são algumas das linhas mais sobrepostas ao BRT, portanto, não justificariam ser tão citadas. Porém, considerando o transtorno diário do BRT, pode ser uma parcela significativa da população saudosa pelas linhas comuns. E, somado a isso, pode ser o receio de quem votou de perder a linha, já que o 721 não foi encurtado e quem usa pode estar demonstrando, através da votação, que não deseja perdê-lo. Já para o 700, foi criada a linha 900, atendendo a população entre a Taquara e o Downtown com o mesmo trajeto, porém, essa linha não teria sido criada a princípio, e provavelmente foi criada com pressão da população e, talvez, até das próprias empresas de ônibus já que, atualmente, essa linha tem uma frequência muito boa e sempre com boa ocupação. Entretanto, existe o risco de ser eliminada após a inauguração do Lote 0 do Transoeste (trecho entre a Alvorada e o Jardim Oceânico), então é bom manter a atenção.

A lista completa dos votos da enquete pode ser vista abaixo. A população espera que alguma medida seja feita para auxiliar a população de Jacarepaguá como aconteceu com a população da Penha, Tijuca e Laranjeiras. Algumas medidas como o retorno de linhas ao itinerário original ou pelo menos até a Praça Seca, um dos principais destinos de pessoas com quem conversei que estavam descontentes com as mudanças, criação de rotas alternativas, como  próprio 958 pode fazer, entre outras.

Linha Votos
Total 2325*
958 347
766 264
734 244
748 237
765 217
700 174
721 162
888 155
952 152
636 146
910 141
465 140
918 139
803 133
332 109
810 103
753 98
346 82
701 74
355 73
690 73
832 71
691 70
928 68
760 65
353 63
747 61
758 60
806 54
764 50
880 50
808 43
889 43
732 42
676 41
761 41
915 41
762 39
763 33
749 25
780 24
831 23
610 20
736 20
757 18
815 16
816 13

* O total não é a soma porque era dada a opção de votar em mais de uma linha, no máximo 5.

Advertisements

6 thoughts on “Moradores pedem retorno de linhas em Jacarepaguá

  1. Pingback: Linhas 636 e 353 na Praça Seca | Diário do Transporte Coletivo RJ

  2. 766 não serve apenas Jacarepaguá em trechos não servidos pelo BRT. É a única linha que sai do Campinho/Jacarepaguá que passa pelo trecho que liga Cascadura a Madureira. Essas ruas de Cascadura (Cerqueira Daltro, Florentina, Itamarati e outras do entorno) são consideradas ÁREAS DE RISCO. Se vc não quiser correr o risco de ser vítima de crime, vai precisar pegar duas conduções após sair do BRT. Isso é gravíssimo, deixemos de ser omissos com um bairro tão tradicional como Cascadura!

  3. Pingback: 636 volta a ser Gardênia x Saens Peña | Diário do Transporte Coletivo RJ

  4. Acabei de saber pelos responsaveis da REDENTOR que naõ tem previsão para o retorno dsa linha 636 para o Gardênia!!!

  5. Pingback: Volta das linhas 880 e 753 | Diário do Transporte Coletivo RJ

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s