Bilhete Único Carioca agora custa 1 real

Para evitar desperdício e incentivar a mudança de hábito do carioca, o cartão do bilhete único (Rio Card) agora, custará R$1,00 , ou seja, para quem tem o costume de ir para a bilheteria do BRT toda vez em que precisa usar, a passagem sairia R$4,40. Porém, ao cadastrar o cartão na página do Bilhete Único, este dinheiro é reembolsado, estimulando o usuário a ter um cartão próprio para uso contínuo em vez de usar um cartão diferente toda vez em que vai viajar de BRT.

casco_BU

O uso do meio eletrônico já tinha sido forçado pelos trens e metrôs, com a cobrança de tarifa mais cara para quem não usasse o bilhete e o fim dos cartões de integração, que, agora, é feita diretamente pelo BU. A tendência é que as filas nas bilheterias diminua e que todos que usem, mesmo que poucas vezes, o BRT, passem a ter um cartão guardado. Por outro lado, a disponibilidade de recarga deveria ser melhor, já que, fora das estações de BRT, é muito difícil encontrar locais para a recarga do cartão e, nos poucos locais que existem, alguns cobram taxas para realizar a recarga. Outra alternativa é fazer a recarga pela internet, gerando um boleto, porém, não sei se é instantâneo, pois, quando usei esse meio, levou alguns dias para o crédito entrar (literalmente, no limite da carga do meu cartão). Tirando esse problema, certamente é a forma mais acessível de fazer a recarga para quem não tem estações de BRT por perto e não tem como caminho o centro do Rio em horário comercial.

O ideal era que fosse possível fazer a recarga nos próprios ônibus, com a presença da máquina de auto atendimento como as das estações de BRT, já que a presença das duas roletas está cada vez mais difundida. Mas, como o motor dos ônibus é dianteiro, não tem como duas pessoas passarem ao mesmo tempo, então, se é para tirar o posto do trocador, que exista a máquina de autoatendimento no lugar e que o motorista possa se ver livre de vez do manuseio de dinheiro. Uma pena que essas máquinas não sejam confiáveis e, se a Rio Ônibus quer cortar gastos dos trocadores, mas não investir na melhoria, ampliação e manutenção das máquinas, o benefício não chega ao usuário. Se botar na ponta do lápis a manutenção das máquinas e o investimento para que elas fiquem confiáveis, talvez fosse melhor manter os trocadores.

Mas, apesar de ser a maior parte da frota da cidade, os ônibus convencionais vão ficando de lado no processo de agilização do pagamento. Os novos BRTs, que devem cortar mais linhas convencionais, vão ampliando o acesso dos moradores aos postos de recarga. Pelo menos, quem usa o BRT, deve ser diretamente afetado pela cobrança da taxa do “casco” do cartão e menos cartões sejam vistos pelo chão jogados fora logo após o uso, com uma só viagem.

Advertisements

2 thoughts on “Bilhete Único Carioca agora custa 1 real

  1. Hoje fui pegar o brt de vicente de carvalho, ao chegar no caixa dei a menina que estava atendendo um bilhete que tinha comprado ontem e mais R$2:40, se usar o raciocinio o bilhete devolvido valeR$1:00 mais os R$2:40 somaria R$3:40 o valor da passagem cobrada pelo brt. Porêm fui informado pela moça que nao poderia fazer alegando que eu estava recarregando ao inves devolver entao aleguei o seguinte entao me devolva R$1:00 ela falou que nao pois o posto nao estava fazendo a troca ou seja é muita mentira encolvida nesse processo de que MEU BILHETE UNICO VALE R$1:00.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s